Manuais
PHC GO Pagamentos e Transferências SEPA
 
Com o PHC GO pode realizar pagamentos e transferências aos seus fornecedores de uma forma simples e eficiente, sem atrasos, com os serviços SEPA.
Informação

Esta funcionalidade encontra-se disponível nos planos Pro e Expert.

Para que tal seja possível, necessita de efetuar algumas configurações prévias no seu sistema que passamos a descrever nos próximos passos.

1. Configuração da Conta de Tesouraria


Aceda ao ecrã de Contas de Tesouraria e criei um novo registo ou edite um registo existente configurando os seguintes campos:

  • IBAN: preencha com um IBAN válido

  • BIC: preencha com um BIC (SWIFT) válido (registo opcional)

  • Na seção Outra Informação os campos:


    • Entidade Credora: preencha com a referência do credor a ser incluído no ficheiro SEPA nos Pagamentos.
      Notas

      Esta referência é geralmente comunicada pela entidade nacional SIBS e é constituída da seguinte forma: (Código de País) (a2) + Dígito de Controlo (n2) + Business Code (an3) + Identificação específica do Credor {1, 28})

      Posições 1 e 2 contêm o código de país (em formato ISO alfa) que atribuiu a identificação, se o Credor é registado pela entidade nacional (SIBS), o país é PT;

      Posições 3 e 4 contêm os dígitos de controlo de acordo com a Norma ISO 7064 Módulo 97-10 (considerando o país e a identificação específica);Posições de 5 a 7 contêm o Creditor Business Code. Quando o Creditor Business Code não é usado, então o seu conteúdo deve ser posicionado como o valor ‘ZZZ’. Este código não é considerado para o cálculo do dígito de controlo nem faz parte da chave primária da base de dados de Autorizações;

      Posições de 8 a 35 contém o identificador do Credor (mínimo de 1, máximo 28 posições) específico de cada país. O número de credor nacional é atribuído pela SIBS e tem 6 posições numéricas.


    • Identificador SEPA: Este campo serve para selecionar da lista o campo de identificação da entidade dos Dados da Empresa que irá constar no ficheiro XML SEPA (Ex: Número de Contribuinte) e que permite identificar quem inicia a mensagem de pagamento. Deve preencher o campo no caso de acordo com o Banco de Apoio.

2. Configuração do Fornecedor


Aceda ao ecrã de Fornecedores e criei ou edite um fornecedor já existente que pretenda efetuar pagamentos por transferência SEPA configurando os seguintes campos:

  • IBAN: preencha com o IBAN válido facultado pelo fornecedor

  • BIC: preencha com um BIC (SWIFT) válido (registo opcional)

3. Emissão dos Pagamentos e geração do ficheiro SEPA


Uma vez concluídas as configurações anteriores, estão reunidas as condições para efetuar os pagamentos aos seus fornecedores e gerar o ficheiro SEPA para enviar ao seu Banco.

Assim, quando for lançar os seus Pagamentos,


1. Selecione o fornecedor pretendido para realizar o pagamento.

2. Nas linhas do pagamento associe o(s) documento(s) de compra a regularizar.

3. Na seção Financeiro, certifique-se que o campo da Conta de tesouraria está selecionado com uma conta que possua dados preenchidos nos campos conforme indicado anteriormente no passo 1. Configuração da Conta de Tesouraria.
Dicas

Os campos da Conta de tesouraria e Código de tesouraria, poderão vir automaticamente preenchidos caso tenha definido no ecrã de Códigos de Movimentos de Conta Corrente uma Conta e Código de Tesouraria por defeito a usar na série de pagamento.

4. Na seção Meios de pagamento, adicione os meios de pagamento cujo valores somados sejam coincidentes com o valor total do pagamento.

5. Ao gravar o pagamento e efetuar o seu processamento, clique sobre o icon ( ) localizado na parte lateral esquerda do ecrã do pagamento, e selecione a ação de Crie ficheiro SEPA. Esta ação irá gerar automaticamente o ficheiro XML SEPA do pagamento em consulta que poderá posteriormente remeter para o seu banco.
Notas

  • Caso associe diversas formas de pagamento ao documento, importa referir que a ação de criar o ficheiro SEPA apenas estará disponível se pelo menos existir um meio de pagamento no documento que seja do tipo Transferência Bancária.

  • Se o pagamento contemplar diversos meios de pagamento, o ficheiro XML do SEPA apenas irá contemplar o somatório dos valores dos meios de pagamento que sejam exclusivamente do tipo Transferência Bancária.

  • Caso possua licenciamento ao produto Documentos e pretenda que aplicação arquive automaticamente o ficheiro XML do SEPA relativamente ao pagamento, deverá previamente aceder ao Menu > Definições > Códigos > Códigos de Movimentos de Conta Corrente e entre em edição sobre a série de Pagamento que pretende configurar. De seguida dirija-se à seção Anexos, ative o campo Anexa ficheiro ao criar SEPA, selecione a Categoria do Anexo e defina o Local de armazenamento do anexo.
    Assim da próxima vez que criar um ficheiro SEPA a partir de um Pagamento que possua meio de pagamento por transferência bancária, além de gerar o ficheiro XML do SEPA, este irá igualmente ser guardado no tabulador de Anexos do pagamento, permitindo a consulta sempre que necessário.


  • Se pretender emitir pagamentos em série e no fim do processamento ser gerado o ficheiro XML do SEPA a reunir os valores de todas as transferências a enviar para o banco, consulte este tópico.