Manuais
PHC GO Como fazer pagamentos/transferências através do SEPA
 
Com o PHC GO pode realizar pagamentos e transferências aos seus fornecedores de uma forma simples e eficiente, sem atrasos, com os serviços SEPA.
infoInformações

Esta funcionalidade encontra-se disponível nos planos Pro e Expert.

Para que tal seja possível, necessita de efetuar algumas configurações prévias no seu sistema que passamos a descrever nos próximos passos.

1. Configuração da Conta de Tesouraria


Aceda ao ecrã de Contas de Tesouraria e criei um novo registo ou edite um registo existente configurando os seguintes campos:

  • IBAN: preencha com um IBAN válido

  • BIC: preencha com um BIC (SWIFT) válido (registo opcional)

  • Na seção Outra Informação os campos:


    • Entidade Credora: preencha com a referência do credor a ser incluído no ficheiro SEPA nos Pagamentos.
      sticky_note_2Notas

      Esta referência é geralmente comunicada pela entidade nacional SIBS e é constituída da seguinte forma: (Código de País) (a2) + Dígito de Controlo (n2) + Business Code (an3) + Identificação específica do Credor {1, 28})

      Posições 1 e 2 contêm o código de país (em formato ISO alfa) que atribuiu a identificação, se o Credor é registado pela entidade nacional (SIBS), o país é PT;

      Posições 3 e 4 contêm os dígitos de controlo de acordo com a Norma ISO 7064 Módulo 97-10 (considerando o país e a identificação específica);Posições de 5 a 7 contêm o Creditor Business Code. Quando o Creditor Business Code não é usado, então o seu conteúdo deve ser posicionado como o valor ‘ZZZ’. Este código não é considerado para o cálculo do dígito de controlo nem faz parte da chave primária da base de dados de Autorizações;

      Posições de 8 a 35 contém o identificador do Credor (mínimo de 1, máximo 28 posições) específico de cada país. O número de credor nacional é atribuído pela SIBS e tem 6 posições numéricas.


    • Identificador SEPA: Este campo serve para selecionar da lista o campo de identificação da entidade dos Dados da Empresa que irá constar no ficheiro XML SEPA (Ex: Número de Contribuinte) e que permite identificar quem inicia a mensagem de pagamento. Deve preencher o campo no caso de acordo com o Banco de Apoio.

2. Configuração do Fornecedor


Aceda ao ecrã de Fornecedores e criei ou edite um fornecedor já existente que pretenda efetuar pagamentos por transferência SEPA configurando os seguintes campos:

  • IBAN: preencha com o IBAN válido facultado pelo fornecedor

  • BIC: preencha com um BIC (SWIFT) válido (registo opcional)

3. Emissão dos Pagamentos e geração do ficheiro SEPA


Uma vez concluídas as configurações anteriores, estão reunidas as condições para efetuar os pagamentos aos seus fornecedores e gerar o ficheiro SEPA para enviar ao seu Banco.

Assim, quando for lançar os seus Pagamentos,


1. Selecione o fornecedor pretendido para realizar o pagamento.

2. Nas linhas do pagamento associe o(s) documento(s) de compra a regularizar.

3. Na seção Financeiro, certifique-se que o campo da Conta de tesouraria está selecionado com uma conta que possua dados preenchidos nos campos conforme indicado anteriormente no passo 1. Configuração da Conta de Tesouraria.
tips_and_updatesDicas

Os campos da Conta de tesouraria e Código de tesouraria, poderão vir automaticamente preenchidos caso tenha definido no ecrã de Códigos de Movimentos de Conta Corrente uma Conta e Código de Tesouraria por defeito a usar na série de pagamento.

4. Na seção Meios de pagamento, adicione os meios de pagamento cujo valores somados sejam coincidentes com o valor total do pagamento.

5. Para o envio do ficheiro SEPA ao banco manualmente, ao gravar o pagamento e efetuar o seu processamento, clique sobre o icon ( playlist_play ) localizado na parte lateral esquerda do ecrã do pagamento, e selecione a ação de Crie ficheiro SEPA. Esta ação irá gerar automaticamente o ficheiro XML SEPA do pagamento em consulta que poderá posteriormente remeter para o seu banco.

6. Para envio do ficheiro SEPA por ligação direta ao banco clique sobre o icon ( playlist_play) localizado na parte lateral esquerda do ecrã do pagamento, e selecione a ação de Envie SEPA para o banco. Esta ação irá gerar automaticamente o ficheiro XML SEPA do pagamento e envia-lo diretamente ao banco.
No processo automático devemos garantir que existe na aplicação um certificado de utilizador do Millennium BCP válido e que o utilizador tem as configurações necessárias para efetuar a ligação.
Para obter mais informações sobre como importar e configurar certificado para ligação ao Millennium BCP, consulte o tópico Como importar certificado e configurar ligação com o Millennium BCP.
sticky_note_2Notas

  • Caso associe diversas formas de pagamento ao documento, importa referir que a ação de criar o ficheiro SEPA apenas estará disponível se pelo menos existir um meio de pagamento no documento que seja do tipo Transferência Bancária.

  • Se o pagamento contemplar diversos meios de pagamento, o ficheiro XML do SEPA apenas irá contemplar o somatório dos valores dos meios de pagamento que sejam exclusivamente do tipo Transferência Bancária.

  • Caso possua licenciamento ao produto Documentos e pretenda que aplicação arquive automaticamente o ficheiro XML do SEPA relativamente ao pagamento, deverá previamente aceder ao menu Menu > Definições > Códigos > Códigos de Movimentos de Conta Corrente e entre em edição sobre a série de Pagamento que pretende configurar. De seguida dirija-se à seção Anexos, ative o campo Anexa ficheiro ao criar SEPA, selecione a Categoria do Anexo e defina o Local de armazenamento do anexo.

    Assim da próxima vez que criar um ficheiro SEPA a partir de um Pagamento que possua meio de pagamento por transferência bancária, além de gerar o ficheiro XML do SEPA, este irá igualmente ser guardado no tabulador de Anexos do pagamento, permitindo a consulta sempre que necessário.


  • Se pretender emitir pagamentos em série e no fim do processamento ser gerado o ficheiro XML do SEPA a reunir os valores de todas as transferências a enviar para o banco, consulte este tópico.