Manuais
PHC GO Histórico de correspondências para a reconciliação bancária
 
Através do ecrã de Histórico de correspondências é possível a aplicação guardar o histórico das várias operações que vamos efetuando ao longo da reconciliação bancária. Assim, numa próxima reconciliação bancária em que a aplicação identifique um movimento bancário que faça a correspondência entre os campos do ecrã Descrição, Conta de tesouraria e Tipo de operação, a mesma irá sugerir a reconciliação daquele movimento conforme histórico de correspondência guardado.

Também é possível criar histórico de correspondência manualmente para que se obtenha o comportamento desejado no momento da reconciliação.

Para aceder ao ecrã de histórico de correspondências devemos a ceder a (Menu>Definições>Tesouraria>Histórico de correspondências)
Neste ecrã podemos verificar os seguintes campos que passamos a explicar cada um deles:

  • Descrição - Descrição do movimento do extrato bancário

  • Conta de tesouraria - Conta de tesouraria a reconciliar

  • Tipo de operação - Tipo de operação a ter em conta para aquela descrição e conta de tesouraria.
    Os diferentes tipos podem ser:
    • Transferência conta a conta - Cria transferência conta a conta.
    • Despesa - Cria despesas. Apenas em valores de saída no banco.
    • Pendentes - Cria Recibos ou Pagamentos mediante entrada ou saída de valor no banco.
    • Fatura-recibo - Cria Faturas-recibo. Apenas valores de entrada no banco.

    Os 3 campos acima descritos são os campos que irão fazer a correspondência do movimento bancário de forma a que a aplicação saiba qual deverá ser o comportamento a ter em conta quando numa nova reconciliação encontrar um movimento bancário com a mesma correspondência.

  • Conta de tesouraria para transferência conta-Conta - Serve como contrapartida à Conta de tesouraria nos movimentos de entrada e saída de valor efetuadas pelas Transferências conta-conta para aquela descrição e conta de tesouraria.
    Esta campo apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Transferência conta-Conta.

  • Tipo de despesa - Serve para indicar o tipo de despesa pretendido para aquela Descrição e Conta de tesouraria.
    Este campo apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Despesa.

  • É fornecedor - Serve para indicar à aplicação que em determinada descrição e conta de tesouraria a entidade a tratar é um fornecedor.
    Este campo apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Pendentes.
    É um campo utilizado nos movimentos bancários com valores negativos.

  • Cliente - Serve para indicar à aplicação que em determinada descrição e conta de tesouraria a entidade a tratar deve ser aquele cliente.
    Este campo apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Pendentes.
    É um campo utilizado nos movimentos bancários com valores positivos.

  • Fornecedor - Serve para indicar à aplicação que em determinada descrição e conta de tesouraria a entidade a tratar deve ser aquele fornecedor.
    Este campo apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Pendentes e o campo É fornecedor estiver ativo.
    É um campo utilizado nos movimentos bancários com valores negativos.

  • Referência - Serve para indicar à aplicação que em determinada descrição e conta de tesouraria a referência do artigo a lançar na Fatura-recibo deve ser aquela.
    Apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Fatura-Recibo.

  • Designação - Designação do artigo preenchido automaticamente pela introdução da referência.

  • Tabela de IVA por defeito - Serve para indicar à aplicação que em determinada descrição e conta de tesouraria a tabela de IVA a utilizar no lançamento da Fatura-recibo deve ser aquela.
    Apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Fatura-Recibo.

  • Motivo de Isenção de Imposto - Campo de preenchimento obrigatório se o campo Tabela de IVA contiver por exemplo IVA 0% PT - Isenta. Apenas fica habilitado se o campo Tipo contiver Fatura-Recibo e o campo Tabela de IVA contiver PT - Isenta.